Ser Escritor

Blog Ser Escritor - Este blog tem por objetivo divulgar as obras literárias do Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira, proporcionar debate sobre as mesmas, abordar os temas tratados pelo autor em seus livros e apresentar dicas e informações para quem está querendo ser escritor. Ao final de cada postagem, clique nos marcadores para ter acesso a outras sobre o mesmo tema. Deixe seus comentarios aos posts, é simples, não é difícil. Você é bem vindo!

Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Silvério da Costa Oliveira é Doutor (PhD) e Mestre em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia, possui a Licenciatura Plena em Psicologia e a Licenciatura Plena em Filosofia, possui a Licenciatura pelo MEC em História e Sociologia, autor de vários livros e artigos, conferencista. Sua formação está estruturada sobre três pilares: a Filosofia, a História e a Psicologia.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Como encaminhar seu original para a editora


Por: Silvério da Costa Oliveira.

Sugiro que o leitor clique no marcador abaixo, nesta postagem, para ler todos os posts sobre “a arte de escrever”. Sugiro também uma visita ao meu site para baixar os livros e quatro catálogos bibliográficos de minha autoria e no formato livro eletrônico em PDF, para que possa visualizar a ordem dos tópicos e como o livro é apresentado.
A primeira coisa em um original que será enviado para a editora digitado em um programa de computador, impresso e encadernado é a capa. Sugiro que a capa seja bonita e contenha somente o título da obra e o nome do autor (deixe o uso de pseudônimos para após a assinatura do contrato, isto é, se você quiser usar pseudônimos). Faça uma capa bonita, mas nem de longe tente fazer a capa definitiva ou algo semelhante, pois, isto é incumbência da editora e poderá aparentar amadorismo de sua parte se assim proceder.
O corpo de seu trabalho deverá ter princípio, meio e fim ou introdução, desenvolvimento e conclusão. Seu trabalho deverá ser claro no tocante a sua finalidade e público alvo. O corpo do trabalho poderá ser dividido em capítulos temáticos em determinada ordem previamente estipulada em seu projeto. Mesmo que você escreva um romance ou uma história de ficção é interessante dividir o texto em capítulos, proporcionando uma salutar pausa ao leitor. Lembre-se que o capítulo um é fundamental e que muitos leitores só lêem o primeiro capítulo e nada mais.
Se você utilizou livros ou demais textos na confecção de sua obra, ponha-os ao final na bibliografia (referências), aliás, o final do trabalho também é o lugar do glossário, apêndices, anexos e índices.
Cabe lembrar que a bibliografia é obrigatória, o mais é opcional e que o índice que vai ao final é bem diferente do sumário que aparece na frente da obra. O sumário é feito relacionando-se os tópicos nos quais o trabalho se divide, seus capítulos. Já o índice é elaborado de modo a conter as palavras e nomes chave que foram usados no decorrer da obra e todas as páginas em que estes aparecem.
Nós abrimos nosso original pela capa contendo nome do autor e da obra, em seguida sugiro colocar uma folha contendo seu nome e endereço completo para contato (telefones, fax, e-mail, home page, blog, etc.). Nos meus originais dou a esta página o título de “Entre em contato” e é semelhante à página de mesmo título contida em todos os meus livros eletrônicos disponíveis em meu site, a única diferença é que nos livros eletrônicos disponibilizo nesta página somente o e-mail, home page, telefone, fax e celular, enquanto que nos originais encaminhados para as editoras esta página é bem mais completa.
Na terceira página de meu original eu falo sobre a diagramação utilizada (programa de computador, margens, etc.). Meu objetivo é informar à editora que meu original está completamente digitado em determinado programa de computador e pronto para ser entregue pela ocasião da assinatura do contrato.
Na quarta página listo os livros dos quais sou autor e informo se os mesmos estão atualmente disponíveis nas livrarias ou na Internet no formato livro eletrônico. Com o título de “Livros de Silvério da Costa Oliveira” vocês encontrarão uma página semelhante em meus livros eletrônicos disponíveis gratuitamente em meu site.
Na quinta página apresento uma sugestão para a primeira orelha do livro. Trata-se de um breve resumo da obra, com os principais pontos nela abordados. Nas obras eletrônicas disponíveis em meu site há algo semelhante e que recebe o título de “Primeira orelha do livro”.
Na sexta página do original apresento uma sugestão para a segunda orelha do livro. Trata-se de um resumo do meu currículo vitae e o leitor de minhas obras eletrônicas também encontrará algo semelhante nelas, com o título de “Segunda orelha do livro”. Atualmente em virtude da facilidade dos modernos programas de software apresento uma pequena foto minha junto a este resumo e a semelhança do que faço nos livros eletrônicos.
Se houver alguma coisa importante a falar para os editores, alguma breve nota sobre a obra ou sobre alguma coisa na qual poderá pairar alguma dúvida, como, por exemplo, algum gráfico que não tenha ficado nítido em virtude do programa de computado utilizado, etc. será neste momento que irei falar abrindo um título como, por exemplo: “Nota para os editores”.
Agora é o momento da folha de rosto, com nome completo do autor, título da obra, cidade e ano. A folha de rosto segue o mesmo padrão da folha de rosto de meus livros eletrônicos em meu site. A seguir abro uma página para os direitos autorais ou copyright também muito semelhante à página contida nos meus livros eletrônicos com o título “Direitos autorais”.
Por fim, o sumário listando os principais tópicos da obra, seus capítulos e etc. Note-se que não sigo a norma ABNT que coloca diversos itens antes do sumário, eu propositalmente coloco o sumário à frente e listo nele todos estes itens. Exemplo: Sumário; Dedicatória; Agradecimentos; Epígrafe; Prefácio; Introdução; etc. Note-se também que já deixo uma página reservada ao prefácio e que conterá somente o título “Prefácio” e nada mais além de uma breve explicação do que será ali feito, como, por exemplo: Prefácio escrito por um profissional conhecido apresentando o livro, o tema e o autor.
Se comparamos com um de meus livros eletrônicos, reparamos que o livro eletrônico tem uma capa definitiva, o original não. No livro eletrônico não apresento sugestões e sim a versão definitiva da primeira e da segunda orelha do livro. O livro eletrônico possui a ficha de catalogação na fonte e o ISBN, o original não. Ambos tem uma folha de rosto, bem como uma página para os direitos autorais. O e-mail sobre o e-book vem na frente no livro eletrônico e aparece nos apêndices do original com o título de “Home page e e-mail”. Em ambos temos uma página “entre em contato”, mas no original esta vem logo a seguir da capa e é bem mais completa. Em ambos temos uma página para listar os livros dos quais sou autor, mas somente no original temos uma página para falar sobre a diagramação e programa de PC utilizado. Em ambos temos o sumário. No original temos somente uma folha para um futuro prefácio, no livro eletrônico já temos o prefácio elaborado e seguido pelo resumo do currículo do prefaciador.
Este original será encaminhado pelos correios via sedex, mesmo que eu more em frente à editora, pois, não vou querer antecipar ou forçar um contato antes do tempo. Conjuntamente com o pacote contendo o exemplar e em envelope próprio vai uma carta de uma única folha explicando que estou encaminhando os exemplares para análise pela editora “X” visando uma publicação da referida obra, como se estrutura meu currículo e a obra apresentada, para que público a mesma é destinada, etc. Finalizo a carta com meu nome, títulos mais elevados, telefones, e-mail e home page. Acrescento no envelope um de meus cartões de visita.
Apesar de já ter lido e encaminhado em outro post o leitor para o conselho de enviar seu original para a editora em uma caixa bem grande e cheia de bombons, balas e doces, eu não faço tais palhaçadas e adoto um estilo bem sóbrio mostrando a seriedade do profissional que sou. Além do mais, sinceramente não acredito que possa usufruir alguma vantagem seguindo tal conselho e não é este tipo de visibilidade que eu busco. Lembro que não necessariamente a pessoa que abrirá seu pacote é a mesma pessoa que irá avaliá-lo.
Também encaminhei o leitor em post anterior para o conselho de por uma pequena gota de cola a cada 10 ou 20 páginas para saber até onde seu trabalho foi de fato lido pela editora. Este é outro conselho que considero desnecessário. Muitas editoras simplesmente não devolvem o original e mesmo para as que devolvem, não vejo utilidade alguma em você ter a certeza de que seu original não foi lido. Ocorre que a maioria dos trabalhos devolvidos ou simplesmente recusados não são lidos e isto acontece, em geral, por erro do autor ao enviar o exemplar. Entenda bem, se seu exemplar não corresponder às expectativas da editora ele não será lido e isto é padrão, o erro é seu, não da editora. Em vez de se preocupar com colar páginas, prepare adequadamente seu exemplar para o envio e envie este do modo correto para a editora correta.

PERGUNTA: Você já pensou em como apresentar seus originais a uma editora?

Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira.
(Respeite os Direitos Autorais – Respeite a autoria do texto – Todo autor tem o direito de ter seu nome citado junto aos textos de sua autoria)

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial