Professor Doutor Silvério

Blog Ser Escritor

Silvério da Costa Oliveira é Doutor em Psicologia Social - PhD, Psicólogo, Filósofo e Escritor.

(Doutorado em Psicologia Social; Mestrado em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia; Licenciatura Plena em Psicologia; Licenciatura Plena em Filosofia)

E-mails encaminhados para doutorsilveriooliveira@gmail.com serão respondidos e comentados excluindo-se nomes e outros dados informativos de modo a manter o anonimato das pessoas envolvidas. Você é bem vindo!

Visite também meu outro blog e site

Blog "Comportamento Crítico": http://www.doutorsilverio42.blogspot.com.br

Blog "Ser Escritor": http://www.doutorsilverio.blogspot.com.br

Blog "Uma boa idéia: Uma grande viagem": http://www.doutorsilverio51.blogspot.com.br



Site: http://www.doutorsilverio.com


sábado, 10 de novembro de 2007

Transexualismo - Revista Jus Navigandi

Sobre transexualismo
Em artigo
Análise das possibilidades jurídicas de promover alterações no registro civil dos transexuais, por Maitê Damé Teixeira, acadêmcia do curso de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC.
http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=5176

Trecho da Revista Jus Navigandi onde ocorrem duas citações de meu nome.

Revista Jus Navigandi

Análise das possibilidades jurídicas de promover alterações no registro civil dos transexuais

Maitê Damé Teixeira, acadêmica do curso de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Segundo Silvério da Costa Oliveira (2) e Heleno Cláudio Fragoso (3), o termo transexual foi usado pioneiramente em 1949, por Cauldwell. Sabe-se que o primeiro paciente a ser submetido a cirurgia transexual foi o soldado norte-americano George Jorgensen, que, em 1952 adotou o nome de Christine Jorgensen, tendo sido operado em Copenhague.
2 OLIVEIRA, Silvério da Costa. O psicólogo clínico e o problema da transexualidade. Revista SEFLU. Rio de Janeiro: Faculdade de Ciências Médicas e Paramédicas Fluminense, ano 1, n.º 2, dezembro de 2001. Disponível em . Acesso em 16 de maio de 2003.


Existem alguns requisitos, que, segundo Oliveira (21) devem estar presentes para o diagnóstico do transexualismo:
a) presença persistente do desejo de ser do outros sexo, não por obter qualquer tipo de vantagem sociocultural, mas sim pelo desconforto e o sentimento de total inadequação com seu sexo genético/biológico/anatômico;
b) diagnóstico excludente de condição intersexual física, hermafroditismo;
c) comprometimentos significativos no tocante ao convívio e relacionamento sexual, podendo gerar forte angústia, depressão, automutilações e tentativas de suicídio decorrentes da não aceitação do sexo genético/biológico/anatômico.
21 OLIVEIRA, Silvério da Costa. O psicólogo clínico e o problema da transexualidade. Revista SEFLU. Rio de Janeiro: Faculdade de Ciências Médicas e Paramédicas Fluminense, ano 1, n.º 2, dezembro de 2001. Disponível em . Acesso em 16 de maio de 2003.

OLIVEIRA, Silvério da Costa. O psicólogo clínico e o problema da transexualidade. In: OLIVEIRA, Silvério da Costa. Falando sobre sexo. Rio de Janeiro: [s.n.], 2007. 156 p. Disponível em: <http://www.sexodrogas.psc.br/>.

Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira.
E-mail e MSN: drsilverio@sexodrogas.psc.br
Site: http://www.sexodrogas.psc.br/
Blog “Ser Escritor”: http://www.doutorsilverio.blogspot.com/
(Respeite os Direitos Autorais – Respeite a autoria do texto – Todo autor tem o direito de ter seu nome citado junto aos textos de sua autoria)

Um comentário:

Marcinha Girola disse...

E os meus alunos do ensino médio têm coragem de dizer que não entendem porque estudamos os três tipos de suicídio propostos por Durkheim.
Também é triste saber que eles gastam dinheiro em lan house para acessar emails, orkuts, mas não lêem textos significativos.
Assim como é trágico o acesso às páginas de blog serem bloqueadas nos computadores que o governo estadual colocou nas escolas.
Obrigada pelas contribuições que têm trazido nos posts.