Ser Escritor

Blog Ser Escritor - Este blog tem por objetivo divulgar as obras literárias do Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira, proporcionar debate sobre as mesmas, abordar os temas tratados pelo autor em seus livros e apresentar dicas e informações para quem está querendo ser escritor. Ao final de cada postagem, clique nos marcadores para ter acesso a outras sobre o mesmo tema. Deixe seus comentarios aos posts, é simples, não é difícil. Você é bem vindo!

Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Silvério da Costa Oliveira é Doutor (PhD) e Mestre em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia, possui a Licenciatura Plena em Psicologia e a Licenciatura Plena em Filosofia, possui a Licenciatura pelo MEC em História e Sociologia, autor de vários livros e artigos, conferencista. Sua formação está estruturada sobre três pilares: a Filosofia, a História e a Psicologia.

domingo, 23 de junho de 2013

Livro publicado: "Estudos de psicologia e filosofia"

Livro: Estudos de Psicologia e filosofia.
Autor: Silvério da Costa Oliveira.
Você pode comprar impresso em papel  no formato A5 (14,8 x 21,0 cm) o livro em sua quinta edição no site do “Clube de autores” ou diretamente no link do livro:


Abaixo, informações sobre o conteúdo do livro
Sumário do livro
Prefácio
Prefácio do autor
Capítulo 1
A comunicação não verbal (linguagem corporal) e o equilíbrio em psicologia
Capítulo 2
Comentário ao belo, tomando por base a CRÍTICA DA FACULDADE DE JULGAR (1790/93) de I. Kant. A diferenciação e a unidade no juízo sobre o belo
Capítulo 3
Comentário a Heidegger: Curiosidade.
Capítulo 4
Crítica da vontade de verdade
Capítulo 5
Estudo psicológico de “O SACI” de M. Lobato: Uma abordagem junguiana
Capítulo 6
Palestra sobre Estudo Psicológico de ‘O Saci’ de Monteiro Lobato
Capítulo 7
Pequenos textos
Capítulo 8
Frases e reflexões

Resumo do livro Estudos de psicologia e filosofia

Nesta obra o leitor terá diante de si um debate sobre temas importantes na filosofia e na psicologia, como, por exemplo, a comunicação não verbal que denuncia o que mais intimamente pensamos e sentimos independente do que possamos fazer ou dizer tentando disfarçar, pois, para quem sabe bem observar não há o que possa ser escondido. Temos uma análise interpretativa do livro “O Saci”, de Monteiro Lobato, buscando entender o processo criativo, não somente do autor do livro, mas da sociedade e cultura que gerou o mito do Saci e também muitos outros mitos. Também temos um estudo sobre o tema da curiosidade por meio do pensamento de Martin Heidegger e outro sobre o tema da verdade em Nietzsche. Um livro para quem gosta de pensar e questionar a partir de temas oriundos da filosofia e da psicologia.

Este livro é uma coletânea de textos elaborados no decorrer da vida profissional do autor, sempre voltada para os temas da filosofia e da psicologia e surgiram a partir de palestras ou outras atividades docentes exercidas pelo autor.
Este livro se apresenta como uma obra de cunho psicológico e filosófico destinada a um público universitário nestas respectivas áreas, bem como a quem se interesse pelos temas aqui discutidos, como, por exemplo: a problemática da comunicação humana e sua dualidade entre verbal e não verbal, uma análise psicológica do livro “O SACI” de Monteiro Lobato, e também uma discussão de temas filosóficos, abordando respectivamente a Kant, Heidegger e Nietzsche.

Palavras chave: filosofia; psicologia; introdução à filosofia; e-book; livro eletrônico; Immanuel Kant; Friedrich Nietzsche; Silvério da Costa Oliveira; pensamento; ética; linguagem corporal; equilíbrio em psicologia; belo; juízo; crítica; Heidegger; vontade de verdade; Saci; Monteiro Lobato; Jung.
livros on line; livros on-line; pequenos textos; textos pequenos; dedicatória; prefácio; Helmuth Krüger; comunicação; comunicação não verbal; comunicação não-verbal; espaço e tempo em Kant; linguagem não verbal; linguagem não verbal; fotos de livros; sexualidade; análise psicológica dos personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo; Brasil; Folclore brasileiro; lendas; mitos; mito.

Resumo do capítulo 1
A COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL (LINGUAGEM CORPORAL)
E O EQUILÍBRIO EM PSICOLOGIA
É feita uma apresentação sobre o que venha a ser a linguagem não verbal e sua relação com os estados emocionais do sujeito. Toma-se por base o pensamento de Jung, Reich e Freud para se discutir a interferência do inconsciente em nosso dia-a-dia. O corpo expressa naturalmente o que realmente sentimos e por vezes a linguagem de nosso corpo se opõe a linguagem falada verbalmente. Nossa sociedade e cultura proporciona um estado de desequilíbrio emocional aos seus membros.
Palavras chave: Jung; Freud; Reich; Linguagem não verbal; equilíbrio em psicologia; sociedade; cultura; saci; sub-texto; saúde; comunicação; sinceridade; inconsciente coletivo; sombra; corpo; vida; massagista; persona; toque físico; SENAC; palestra; psicologia profunda

Resumo do capítulo 2
COMENTÁRIO AO BELO,
tomando por base a CRÍTICA DA FACULDADE DE JULGAR (1790/93) de I. Kant.
A diferenciação e a universalidade no juízo sobre o belo
Breve explanação e tentativa de explicar o que seja o belo tal como entende I. Kant em sua terceira crítica. Abordamos o juízo de gosto relacionado ao belo e ao sublime. São diferenciados os tipos de juízo possíveis, de modo a distinguir o juízo sobre o belo.
Palavras chave: Kant; bom; belo; juízo; terceira crítica; agradável; útil; bem moral; sublime; beleza; moral; deus; universalidade; estética; estético; faculdade legisladora; legislar; razão; prazer; liberdade.

Resumo do capítulo 3
COMENTÁRIO A HEIDEGGER:
CURIOSIDADE
O presente texto é um comentário ao parágrafo sobre o tema “curiosidade” no livro “Ser e tempo” de Martin Heidegger. O objetivo do livro de Heidegger é a busca do sentido do ser e o percurso do autor se dá pela análise ôntica e ontológica das estruturas do ser, seguindo pela via fenomenológica.
Palavras chave: Martin Heidegger; Ser e tempo; ôntica e ontológica; estruturas do ser; fenomenologia; presença; cotidianidade; mundanidade; identidade; curiosidade; impessoal; Man; falatório; escritório; decadência; ambigüidade; abertura; compreensão; projeto; cura.

Resumo do capítulo 4
CRÍTICA DA VONTADE DE VERDADE
Abordamos aqui o pensamento de Nietzsche no tocante ao tema da verdade, explicitando sua crítica à vontade de verdade como aspiração pela filosofia e a ciência. A vontade de verdade é associada a moral religiosa cristã.
Palavras chave: Nietzsche; crítica; vontade de verdade; moral cristã; ciência; filosofia; niilismo; instinto; linguagem; arte; aforismos; conhecimento.

Resumo do capítulo 5
ESTUDO PSICOLÓGICO
DE "O SACI" DE M. LOBATO
UMA ABORDAGEM JUNGUIANA
Neste trabalho se efetua uma análise psicológica da personalidade de Monteiro Lobato e também da cultura nacional brasileira tomando por base a criação de Lobato do Sítio do Pica-Pau-Amarelo e seus personagens como representando processos cognitivos e emocionais do autor. Aquele que cria também deixa um pouco de si na criação e é justamente isto que analisamos por meio da psicologia profunda de Freud e Jung. Nossa análise se baseia em particular no livro “O Saci”, no qual, além dos personagens criados por Lobato, transitam outros personagens vinculados a nossa cultura, ao nosso folclore e aos nossos mitos. É feita uma análise do que representam tais mitos para a cultura que os criou, quais os fatores psicológicos e sociais estavam presentes e o que tais mitos transmitem, sua importância e significado.
Palavras chave: Psicologia; filosofia; Monteiro Lobato; Carl Gustav Jung; Sigmund Freud; psicologia junguiana; folclore; mitos; mito; processo criativo; ideologia; ideologias; cultura; Brasil; Personagens do Sítio do Pica-Pau-Amarelo; Emília; Marques de Rabicó; Dona Benta; Tia Nastácia; Pedrinho; Narizinho; Visconde de Sabugosa; Tio Barnabé; Quindim, o rinoceronte; o burro falante; a mata virgem; espíritos da selva; Saci; Cuca; Curupira; Capora; Boitatá; Porca dos sete leitões; Iara, rainha das águas; Mula sem cabeça; Lobisomem; Boto; Negrinho do Pastorejo ou negrinho do pastoreio; Cristo; Anti-Cristo; Urupês; Semana de arte moderna de 1922; anima; animus; ego; superego; id; isso; inconsciente pessoal; inconsciente coletivo; arquétipos; representações arquetípicas; self ou sebest; personalidade; persona; coniunctionis; sombra; psicopompo; psicopatologia; conto popular; profano; sagrado; pan.

Resumo do capítulo 6
Palestra sobre Estudo Psicológico de ‘O Saci’ de Monteiro Lobato
O presente texto é a transcrição de uma palestra dada para alunos do curso de Psicologia da Universidade Gama Filho sobre o tema de meu trabalho “Estudo psicológico de o ‘Saci” de M. Lobato: Uma abordagem junguiana”. Os personagens do Sítio do Pica-Pau-Amarelo são estudados e analisados por um prisma psicológico, buscando os processos criativos do autor por meio de seus personagens. O mesmo processo de investigação psicológica é realizado com os personagens da mitologia brasileira. A análise prioriza as contribuições teóricas de Jung e Freud.
Palavras chave: Jung; Freud; análise psicológica; Sítio do Pica-Pau-Amarelo; Monteiro Lobato; personalidade; mitos; folclore; Brasil.

Resumo do capítulo 7
Pequenos textos
Trata-se de uma coletânea de pequenos textos sobre psicologia e filosofia; é feito um comentário sobre o tempo lógico na interpretação dos sistemas filosóficos; é feito um comentário sobre a apercepção em Kant, na Crítica da razão pura; discute-se o problema da evidência em Descartes; discute-se pontos chave na psicologia analítica de Jung; apresenta-se uma seqüência de ditos populares coletados pelo autor.
Palavras chave: psicologia; filosofia; tempo lógico; interpretação; sistema filosófico; método genético; dogmas; método dogmático; Kant; idealismo alemão; relação; racionalismo e empirismo; David Hume; eu penso; tempo e espaço; metafísica crítica; metafísica dogmática; experiência possível; intuição; René Descartes; verdade; idéias claras e distintas; evidência; dúvida hiperbólica; gênio maligno; cogito ergo sum; energia; psique; soma; ditos populares.

Resumo do capítulo 8
Frases e reflexões
Coletânea de frases interessantes e chamativas retiradas do livro “Estudos de psicologia e filosofia”.
Palavras chave: psicologia; filosofia; verdade; inconsciente; linguagem não verbal; lei dos opostos; desejo; sexo e sexualidade; equilíbrio e desequilíbrio emocional; sombra; sociedade; cultura; consciência; personalidade; Kant; juízo sobre o belo; abertura da presença; impessoalidade; curiosidade; vontade de verdade; Heidegger; Nietzsche; vontade de potência.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial