Professor Doutor Silvério

Blog Ser Escritor

Silvério da Costa Oliveira é Doutor em Psicologia Social - PhD, Psicólogo, Filósofo e Escritor.

(Doutorado em Psicologia Social; Mestrado em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia; Licenciatura Plena em Psicologia; Licenciatura Plena em Filosofia)

E-mails encaminhados para doutorsilveriooliveira@gmail.com serão respondidos e comentados excluindo-se nomes e outros dados informativos de modo a manter o anonimato das pessoas envolvidas. Você é bem vindo!

Visite também meu outro blog e site

terça-feira, 6 de julho de 2010

Mulher com muito tesão em ter uma relação sexual com dois homens simultaneamente e fazer uma dupla penetração - DP



Por: Silvério da Costa Oliveira.

----- Original Message -----
Subject: artigo no blog
Prezado Dr. Silvério
Li uns artigos no seu blog sobre o tema do relacionamento aberto e adorei sua forma de escrever e encarar esta forma de relacionamento, que ainda hoje as pessoas tem pre-conceitos. Se me permite gostaria de relatar a minha situação, embora saiba que o sr deva ser muito ocupado. Sou casada, ou melhor, vivo com uma pessoa há 21 anos, não temos filhos e tenho muito tesão nele e ele em mim, nosso sexo é bem intenso, é como se estivéssemos nos conhecendo agora, de tanto que pega fogo. Estamos sempre nos descobrindo e fazendo coisas novas. Fazemos de tudo na cama, se é que o sr. me entende. Sou uma mulher bonita e atraente (o que se chama comumente de gostosa), que chama a atenção, apesar de já estar com 41 anos. Ultimamente, venho tendo desejos de um relacionamento a três. Eu com dois homens. Queria experimentar uma dupla penetração, mas ele não aceita muito bem a idéia. Sei que ele sai com outras mulheres e isso me magoa, embora finja que não saiba para manter este relacionamento que tanto me dá prazer. Também já sai com outros homens para dar o troco, mas não queria que esta experiência fosse com alguém eventual. Já trepamos com outra mulher e gostei bastante, ele então nem se fala. Já repetimos muitas vezes. Gosto muito de sexo, tenho necessidade de sexo todos os dias, sou uma mulher fogosa. Desculpe se estou lhe importunando, mas me senti muito à vontade quando li seu artigo parecia que estava escrevendo para mim.
Às vezes acho que estou sendo muito ousada, mas sei de muitos casais se permitem e adoram. Aqui no “xx”, onde moro, as pessoas tem facilidade para este tipo de encontros.
Gostaria de uma orientação. Devo insistir com ele para experimentarmos? Afinal, tenho delirado só de pensar. Já fazemos dupla penetração com uso de vibrador Mas ao mesmo tempo tenho receio de experimentar e depois ele achar que sou vulgar e não me respeitar.
O sr. atende em consultório?
Obrigada,
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re: artigo no blog
Dr. Silvério,
Agradeço a sua pronta resposta, é muito bom ser ouvida por um profissional que entenda a fundo as questões da sexualidade. Quanto aos textos que o sr indicou, já li todos, simplesmente devorei os mesmos de tão cativantes que são. Ainda mais com o aval de um profissional tão respeitado. Me interesso muito por assuntos que envolvem a sexualidade e gosto  de ler material erótico. Isto me excita muito. Só lhe peço, se algum dia o sr. vier a publicar os e-mails, omita alguns pontos que possam me identificar.
Li no seu blog que o sr. atendia em consultório “xxx” gostaria de ser atendida e poder conversar um pouco mais sobre os meus desejos.
Como o sr. me deu liberdade para continuar escrevendo, e detalhar mais o meu caso estou me sentindo a vontade pra isto. Como lhe disse tenho tido muito tesão em experimentar uma DP, chego a sonhar com isto e cheguei até gozar em sonho e foi um gozo muito intenso. Só em lhe escrever isto fico super excitada. Já conversei com meu marido e ele até topou me ver sendo comida por outro, mas a idéia de trepar ao mesmo tempo com outro homem, talvez o fizesse broxar. Não tenho certeza se gostaria de me exibir para ele trepando com outro na sua frente, mas talvez possa ser o inicio e depois ele acabar aceitando e entrar na brincadeira. Mas ao mesmo tempo tenho receio de abalar o nosso relacionamento. Eu o amo muito.
Gostaria que fosse com ele, mas caso ele não aceite penso ate mesmo em fazer com outros. Tem um colega no meu trabalho que acabei me envolvendo, após uma brigas nossas e um  período de afastamento, e ás vezes após um chopinho após o trabalho acabamos saindo...
Sempre tive a curiosidade de sair com um homem negro, pois as pessoas diziam que eram muito bons na cama, se é que o sr. me entende e realmente esta sendo muito bom. Deliro em pensar em fazer a DP com ele me penetrando por trás. Mas esta é uma relação perigosa. Caso viesse a fazer isto com meu colega teria que encontrar alguém discreto que pudesse entrar nesta relação.
Como o sr. pode perceber estou num conflito e tanto. Às vezes me sinto muito mal, não por culpa pois acho que o sexo é para ser vivenciado e tesão não se deve controlar. Mas às vezes acho que estou ficando louca por ter tais desejos.
Obrigada por me ouvir
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re: artigo no blog
Obrigada Silvério, acho que posso chamá-lo assim, por me ouvir.
Moro em “xx” e trabalho no Centro “xxx”.
Vou tentar seguir as suas dicas, assistir uns filmes com ele e dizer mais uma vez que gostaria de experimentar. Em relação às perguntas sobre o meu colega, o tamanho conta sim, mas meu marido tb não deixar a desejar. Acho que o contraste da cor e a forma carinhosa com que me trata são tb muito importantes. Já experimentei de tudo com ele, inclusive o sexo anal.
Abraços
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re: artigo no blog
Silvério, olha eu aqui mais uma vez!
Seguindo a sua sugestão, preparei o clima ontem à noite. Procurei nos canais eróticos da tv paga os horários que passam os filmes mais picantes e escolhi a dedo um horário que passa sexo inter racial. Tomamos um vinho, coloquei uma roupinha sensual e transamos durante o filme, fazendo sexo anal com vibrador na vagina. Aproveitei o momento que passava a dp para falar novamente sobre o meu desejo, fiquei muito excitada, e ele também, deu pra perceber. Gozei várias vezes. Acho que no fundo ele quer e disse que podemos ir numa casa de swing.
Obrigada pela sugestão, acho que abriu o caminho para uma nova tentativa.
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re
Silvério,
Estou muito enrolada no trabalho e na pós graduação, comecei este ano um mestrado, e após 15 anos de formada, estou me re-adaptando a rotina de estudante e final de semestre é sempre a mesma coisa, muitos trabalhos, apresentação, pesquisa..., tenho que elaborar um projeto de dissertação e tal. E além disso tudo ainda fico com a idéia fixa de experimentar coisas novas, haja concentração, e tá difícil viu!...  hehehehe... por isto a demora.
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re:
Silvério,
Respondendo as suas perguntas, sou “xx” e o mestrado tb é na área de “xx”, na “xx”.  Ainda estou definindo o tema da dissertação, mas estou inclinada a desenvolver o trabalho na área de gestão de conhecimento, gestão do capital intelectual.
Com relação as suas sugestões acho perigoso colocar os dois frente a frente, pelo seguinte: quando comecei a sair com este colega estávamos separados ha mais de um ano, de certa forma estava livre. Ficamos dois anos e meio separados. Neste período sai com outras pessoas sim. Mas agora estou só com ele e às vezes rola alguma coisa com o meu colega que é casado tb, mas muito meu amigo.  Quanto à experiência sexual que mais me marcou, mais me deu tesão, posso dizer com certeza que foi o sexo anal com o meu amigo, muito excitante e marcante mesmo. Acho que pra ele tb foi, já que uma vez me falou que a mulher dele não gosta.
Sinto-me bem falando sobre sexo, nunca tive problema quanto a isto não.
E vc já tirou as suas conclusões?
abraços,
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re:
Oi, Silvério
Não fiquei chateada, muito pelo contrário, adoro conversar com vc. Vc tem uma cabeça muito aberta e é muito interessante. Não quero perder o contato com vc não.
Tirei umas merecidas férias após entregar os  trabalhos no mestrado.  Viajei, fui para “xx”. Um frio de rachar.... Encarei 3 graus numa noite.
Muito frio, muita roupa, muito vinho, muito sexo... rs rs rs   Só com muito vinho.
Visitamos uma casa de swing, conhecemos vários casais... Rolou muita sacanagem gostosa, mas ainda não rolou a DP.
Quer dizer que vc me achou recatada é? Deve ter sido o excesso de trabalhos do mestrado, que momentaneamente tiraram o meu foco no sexo.... rs rs rs.
E vc, o que tem feito de bom? Me fale um pouquinho de vc. É casado, trabalha com que atualmente?
Beijos,
C.S.

----- Original Message -----
Subject: Re:
Olá Silvério,
Realmente gostei de conversar com você.
Quando falei que tinha curiosidade de transar com um homem negro, era apenas curiosidade  mesmo, não tenho preferência ou exclusividade com os negros.   rs rs rs rs.
Espero poder realizar a minha fantasia, mas não sei se será com a participação do meu marido. Ele ainda não amadureceu a idéia, se bem que avançamos um pouco. Fui comida por outro homem na frente dele.
Ah ia esquecendo  ja abri uma conta no msn  assim podemos conversar mais.
Bjs,
C.S.

Olá amiga C.S., quanto a mim, sou do Rio de Janeiro, se bem que freqüentemente viajo e me ausento da cidade e mesmo do Estado, já tive a oportunidade de conhecer boa parte da região norte de nosso país e neste momento estou viajando.
Primeiramente, se você tiver Orkut pode me add. Perfil no Orkut “Silvério Oliveira”: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=14306339764886805659 E podemos falar no MSN também. E-mail para contato e MSN foi dado.
Sugiro que vá ao meu blog Ser Escritor www.doutorsilverio.blogspot.com onde encontrará vários textos interessantes sobre diversos temas. No seu caso em especial, sugiro que leia todos sobre relacionamento aberto que inclusive incluem alguns dos e-mails por mim recebidos em http://doutorsilverio.blogspot.com/search/label/Casamento%20aberto
Homem tem tesão em ver sua mulher tendo sexo com outro homem
Casamento aberto e outros temas
Compulsão sexual
Paixão por homem casado
Um relacionamento aberto pode dar certo?
Sou casado com uma linda mulher, mas fascinado pelo mundo swinger
Casamento aberto na mira do jornalista
Casamento aberto - Revista A Capa - Cultura Revista Online
Casamento aberto - Reportagem do Jornal da Estácio
Casamento aberto 3: O desespero de estar a bordo de um barco que está afundando em águas revoltas
Casamento aberto 2: Sendo entrevistado
Casamento aberto 1: Homem quer dividir sexualmente sua mulher com outros
Além disto, sugiro uma visita ao meu site onde deixei links para livros e quatro catálogos bibliográficos, sugiro em particular "Sexo, sexualidade e sociedade", "Falando sobre sexo" de minha autoria no site.
Continuo publicando em meu blog "Ser Escritor" www.doutorsilverio.blogspot.com quando você ler alguma postagem, por favor, deixe seu comentário que o mesmo é bem valioso. Espero que você continue lendo e gostando do que escrevo.
Fico feliz que esteja gostando de nosso bate-papo e que tenha sido de opinião que meus textos no blog sobre o tema de sua admiração são cativantes. Conheço várias outras pessoas que vivem situações semelhantes a sua e para mim é sempre um prazer escutar e aprender com tais relatos. Em tais casos, peço a pessoa em questão que escreva fornecendo mais detalhes sobre os problemas e a relação vivenciada, dando mais profundidade ao tema e prosseguindo com sua história, falando do seu tesão e das suas fantasias e como se dá o seu relacionamento, pois, como meus leitores sabem, me interesso pelo tema e costumo comentar os e-mails que recebo aqui em meu blog.
C.S. diz gostar e se excitar lendo material erótico e conversando com ela, imagino que gostaria de ter partes de seus e-mails publicados no blog, penso que provavelmente ficaria excitada em saber que muitas e muitas pessoas estariam lendo sua história sexual. Como meus leitores bem sabem, quando escolho algum e-mail para publicação retiro tudo que possa identificar a pessoa, mas se a pessoa quiser, pode me mandar em anexo ao final de cada e-mail as partes mais íntimas que jamais gostaria de ver publicadas, a pessoa falando eu respeito e mantenho total sigilo.
Penso que C.S. tem um lado exibicionista muito forte, ou seja, que lhe daria prazer saber que outros na net estariam lendo sua história, da mesma forma que fica excitada me contando. E por isto mesmo estou certo que C.S. gosta de se exibir obtendo prazer de cunho sexual com isto. Forneço aos meus leitores liberdade para me escreverem suas histórias em detalhes e muitas vezes o mero ato de as narrar já faz com que a pessoa se sinta bem, deste modo, C.S. pode continuar escrevendo com liberdade que continuará a ser sempre bem recebida, da mesma forma que outros leitores.
Peço que C.S. e demais leitores sintam-se realmente à vontade para detalhar seu caso, você tem total liberdade e nada do que dirá irá realmente me chocar. Já ouvi tantas coisas na esfera sexual, muitas das quais C.S. provavelmente nem imagina fazer. O desejo e tesão sexual das pessoas é muito grande e a isto corresponde muitas fantasias de cunho sexual, algumas bem excitantes e picantes. Comparado com o que eu já ouvi de outras pessoas, as de C.S. até que estão muito bem comportadas.
Vamos fazer uma pequena revisão do relato de C.S. para melhor compreendermos seu caso. C.S. já fez tudo em termos de sexo com seu marido (sexo oral, anal, vaginal, etc.) e já teve outros homens com quem já fez sexo, dentre estes um colega de trabalho negro com quem também fez tudo (sexo oral, anal, vaginal, etc.) e cujo pênis é maior do que o de seu marido, daí a referência à raça negra. C.S. já experimentou sexo anal com este colega negro do trabalho e gostaria de experimentar ele fazendo sexo anal com outro homem fazendo a penetração pela frente. C.S. está fantasiando em relação ao tamanho maior do pênis deste seu colega entrando no seu ânus enquanto outro entra em sua vagina lhe preenchendo completamente.
O que C.S. me falou até o momento presente está dentro da esfera da normalidade, não há mal algum em C.S. ter tesão em fazer sexo com outras pessoas, sejam estas homens ou mulheres e também é normal do ser humano ser curioso e querer experimentar coisas novas. C.S. e seu companheiro já experimentaram ficar a três com outras mulheres e C.S. gostou muito, também já experimentaram sexo anal e dupla penetração com consolo, e C.S. também gostou muito, nada mais natural que C.S. sinta curiosidade de experimentar a três com outros homens e fazer uma DP com um pênis de verdade.
Para alguns homens isto seria muito interessante e como companheiro de C.S., estes homens teriam muito mais tesão nela, no entanto, cabe pensar como se daria isto na cabeça do homem com quem C.S. está hoje. Ele irá aceitar? Terá ele tesão realmente em ver sua mulher com outro?
C.S. diz que é gostosa, sendo assim, não terá dificuldades em encontrar dois homens que satisfaçam sua fantasia e desejo de DP, no entanto, cabe a dúvida se somente sexo irá bastar ou se C.S. deseja realmente experimentar tal nova experiência com seu atual homem.
Bem, sugiro que C.S. e seu companheiro vejam alguns filmes eróticos destacando a DP e que ela comente durante as cenas que está excitada e gostaria de experimentar e veja a reação dele. De fato, muitos homens ficam excitados vendo sua mulher fazendo sexo com outro e, no entanto, perdem completamente a ereção diante de uma DP. Algumas atrizes pornô, inclusive, fazem este mesmo relato, dizendo serem de opinião que a DP é mais fácil para a mulher do que para o homem, pois este, sendo exclusivamente heterossexual, pode perder a ereção ao sentir seu corpo e pênis roçando em outro homem, pois, não tem como a mulher experimentar esta relação sexual sem que o pênis de seu marido encoste no de seu amigo/amante.
C.S. pode experimentar se exibir fazendo sexo com outro homem na frente de seu marido e ver os resultados, de fato, pode este muito bem ser um começo para algo e talvez ocorra até no mesmo dia se seu marido ficar muito excitado e C.S. o chamar para a transa. Mas esta é uma decisão do casal, que deve ser tomada pesando-se os prós e contras.
Fico feliz que a sugestão dada a C.S. tenha surtido o efeito desejado e torço para que tudo corra bem e que ela consiga realizar seu desejo obtendo o máximo de prazer com a situação. Experimentar coisas novas é sempre bom e melhor ainda quando na esfera sexual com alguém que gostamos ao nosso lado.
Voltando ao contexto sexual, você só tem tido relações com estas duas pessoas, ou tem aberto o seu relacionamento muito mais, independente do seu marido? Em dado momento C.S. falou que já tinha feito de tudo na esfera sexual e que lhe excitava falar a respeito por e-mail comigo, neste caso, qual relação ou situação mais lhe marcou sexualmente falando, o que de maior excitação ou tesão C.S. já fez em sua própria opinião?
Continuo torcendo para que tudo corra bem e que C.S. consiga realizar sua fantasia de modo construtivo para seu relacionamento e sua pessoa. Poderia, também, por um anúncio pedindo alguém para transar com você e seu marido e quem sabe até o seu amigo do trabalho poderia responder, com um pouco de artimanha e inocentemente sem saber que era você ou você saber que era ele, já que C.S. gostaria de transar muito com este amigo e seu marido junto.
Legal que C.S. seja da área da “xx” e que agora esteja cursando seu Mestrado nesta mesma área. Já lecionei muito nesta área e meu Doutorado em Psicologia Social se deu na área organizacional desenvolvendo uma tese sobre "Criatividade, controle e poder nas organizações de trabalho", na qual trabalhei no Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro.
A gestão do conhecimento e do capital intelectual é de fato um tema deveras importante nas organizações modernas e pode ser um demarcador de águas entre uma empresa que irá para frente e outra que irá morrer.
Cara amiga, quanto as minhas conclusões, por meio eletrônico fica muito difícil, um dia nos encontrando para um atendimento clínico em consultório podemos conversar mais a vontade e poderei formar uma opinião mais esclarecedora. Neste momento, fico feliz em poder lhe ajudar no que for preciso.
Inicialmente pensei que C.S. poderia ser uma pessoa que gostasse de se exibir sexualmente obtendo prazer com isto e lhe direcionei um pouco nesta direção para ver os resultados, no entanto, após seus primeiros e-mails C.S. ficou bem mais recatada, de modo que não tenho base para afirmar tal.
Inicialmente também pensei que C.S. pudesse ter um gosto excessivo por sexo, caracterizando uma dependência (a semelhança do álcool, fumo, drogas, comida, jogo etc.), pois é comum mulheres com tais características entrarem em contato comigo. Normalmente são pessoas que só pensam em sexo, tem vários companheiros e várias relações diárias, por vezes já atuaram como garota de programa ou pensam no assunto, bem como ficam atraídas por trabalharem como atrizes em filmes pornô ou dançarinas em clubes masculinos. No entanto, seus demais e-mails não tocaram em nenhum destes pontos, muito pelo contrário, como já disse anteriormente, C.S. ficou bem mais recatada e começamos a conversar sobre nossa vida profissional e etc.
Aparentemente C.S. é uma pessoa normal que busca desenvolver um relacionamento afetivo sexual com uma pessoa de sua escolha e de quem goste. Também busca novas experiências sexuais e está aberta para experimentar coisas novas e admitir que gosta quando realmente gosta. No mais, é realmente difícil conhecer alguém por pequenas mensagens de e-mail.

Pergunta: Você tem fantasias sexuais de ter relações sexuais com duas ou mais pessoas ao mesmo tempo? É algo que em sua opinião lhe daria prazer? Porque?

Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira.
(Respeite os Direitos Autorais – Respeite a autoria do texto – Todo autor tem o direito de ter seu nome citado junto aos textos de sua autoria)

Nenhum comentário: