Ser Escritor

Blog Ser Escritor - Este blog tem por objetivo divulgar as obras literárias do Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira, proporcionar debate sobre as mesmas, abordar os temas tratados pelo autor em seus livros e apresentar dicas e informações para quem está querendo ser escritor. Ao final de cada postagem, clique nos marcadores para ter acesso a outras sobre o mesmo tema. Deixe seus comentarios aos posts, é simples, não é difícil. Você é bem vindo!

Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Silvério da Costa Oliveira é Doutor (PhD) e Mestre em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia, possui a Licenciatura Plena em Psicologia e a Licenciatura Plena em Filosofia, possui a Licenciatura pelo MEC em História e Sociologia, autor de vários livros e artigos, conferencista. Sua formação está estruturada sobre três pilares: a Filosofia, a História e a Psicologia.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Prostituição homossexual em adolescentes de Manaus


Por: Silvério da Costa Oliveira.

----- Original Message -----
Subject: Busco bibliografia
Olá, Dr. Silvério!
Sou estudante finalista do curso de Psicologia, do Centro Universitário Nilton Lins - Manaus. Estou procurando livros, artigos e outros, para referencial teórico de meu projeto de TCC, cujo meu tema é Adolescência - homossexualidade segura longe da prostituição, em que, minha delimitação é focar nos adolescentes masculinos homossexuais, na faixa etária de 12 à 17 anos que se prostituem em locais específicos em Manaus. Pois bem, estou sentindo dificuldade de encontrar autores que falam especificamente de prostituição na adolescência voltado mais para o público homossexual. Já encontrei vários artigos, até mesmo livros que abordam a prosituição na adolescência, mas, nada direcionado para a prostituição de adolescentes homossexuais.
Caso o senhor tenha algum referencial bibliográfico a respeito  teria condições de me indicar?
Agradeço desde já por sua atenção em ler meu e-mail.
Um grande abraço.
A.P.

Vamos começar encaminhando A.P. para uma visita ao meu blog “Ser Escritor” www.doutorsilverio.blogspot.com e também para meu site onde encontrará em PDF e de minha autoria livros e quatro catálogos bibliográficos. Sugiro em particular o “Catálogo bibliográfico sobre sexo” e os livros “Sexo sexualidade e sociedade” e “Falando sobre sexo”.
No caso específico do trabalho que A.P. está se propondo a desenvolver, sugiro um enfoque direcionado aos adolescentes masculinos que se prostituem na cidade de Manaus – AM por meio inicialmente de entrevistas abertas e gravadas com o consentimento da pessoa que está sendo entrevistada. Posteriormente, havendo alguns questionamentos específicos, pode-se desenvolver um questionário a ser aplicado como instrumento neste grupo de trabalho, no entanto, volto a frisar que em um primeiro momento me utilizaria unicamente de entrevistas abertas, onde o sujeito é convidado a falar sobre determinado tema sem ser cerceado ou limitado por perguntas específicas ou tempo disponível. Seria interessante, também, ouvir o lado dos clientes e de profissionais que atuam na prevenção, repressão e no combate deste tipo de exploração de menores.
Existem quatro modalidades possíveis de prostituição, a saber:
1-     Prostituição heterossexual na qual a pessoa que vende o serviço é uma mulher e quem compra um homem.
2-     Prostituição heterossexual na qual a pessoa que vende o serviço é um homem e quem compra uma mulher.
3-     Prostituição homossexual masculina
4-     Prostituição homossexual feminina
Já quanto ao homossexualismo, temos que é incorreto utilizar o termo para se referir a pessoas, pois, apesar da aceitação popular da expressão, em verdade não existe a pessoa homossexual ou a pessoa heterossexual e sim comportamentos homossexuais e comportamentos heterossexuais, sendo que uma mesma pessoa pode desempenhar ambos comportamentos em momentos distintos de sua vida.
Cabe deixar bem claro que atualmente pela psicologia e medicina o homossexualismo não é considerado doença ou anormalidade, não sendo, portanto, correto o seu tratamento, procedimento este que pode demonstrar falta de ética profissional e mesmo charlatanismo.
Já quanto à prostituição, pelo atual ordenamento jurídico brasileiro o seu exercício não é considerado crime ou qualquer tipo de infração, sendo punidos somente os agenciadores, que são considerados exploradores da prostituição para fins de lucro pessoal em cima de terceiros. Aquele que se prostitui, no Brasil, seria considerado, no máximo, como vítima. O cliente também não infringe norma alguma, não cometendo qualquer tipo de delito ou crime. Somente em se tratando de prostituição com menor de idade (criança e adolescente) é que o cliente é visto como praticando um ato punível pela lei.
A opção sexual é algo que se forma desde cedo e o tesão que a pessoa sente por este ou aquele sexo ou por esta ou aquela outra modalidade sexual tende a ser formada ainda nos primeiro seis anos de sua vida. A prostituição é uma alternativa para ganhar dinheiro, no entanto, penso ser incorreto acreditar que as pessoas se prostituem unicamente por razões econômicas ou prioritariamente em razão delas. Em verdade, ninguém faz ou deixa de fazer alguma coisa sem ter alguma motivação fundamental que transita em suas origens e desenvolvimento bio-psico-social, ou seja, o desejo está presente, mesmo que mascarado, por traz de toda atuação humana, seja esta qual for. Como seres pensantes e desejantes que somos, nossa fantasia ultrapassa qualquer tentativa de delimitação.
No comércio sexual existe bem mais do que razões meramente financeiras ou econômicas. Tanto por parte do cliente, como também por parte de quem se oferece a este comércio existe toda uma gama de fantasias e desejos, muitos dos quais desconhecidos dos próprios que os possuem. O ser humano é uma criatura deveras complexa e como tal deve ser pensado.
O fato da prostituição em causa envolver menores, sejam estes crianças ou adolescentes, traz a baila um agravante, pois, o cliente está sujeito aos rigores da lei e esta criança e/ou adolescente deve ser amparado pela sua família, pela sociedade, pelo Estado e pela Lei no sentido de resguardar sua pessoa e seu desenvolvimento integral, bio-psico-social, e sua formação plena, incluído aqui sua educação pelo sistema formal de ensino.

PERGUNTA: Amigo leitor, que outra informação você poderia acrescentar ao desenvolvimento deste tema? Qual a sua experiência ou opiniões sobre a prostituição homossexual exercida por adolescentes masculinos?

Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira.
(Respeite os Direitos Autorais – Respeite a autoria do texto – Todo autor tem o direito de ter seu nome citado junto aos textos de sua autoria)

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial