Professor Doutor Silvério

Blog Ser Escritor

Silvério da Costa Oliveira é Doutor em Psicologia Social - PhD, Psicólogo, Filósofo e Escritor.

(Doutorado em Psicologia Social; Mestrado em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia; Licenciatura Plena em Psicologia; Licenciatura Plena em Filosofia)

E-mails encaminhados para doutorsilveriooliveira@gmail.com serão respondidos e comentados excluindo-se nomes e outros dados informativos de modo a manter o anonimato das pessoas envolvidas. Você é bem vindo!

Visite também meu outro blog e site

Blog "Comportamento Crítico": http://www.doutorsilverio42.blogspot.com.br

Blog "Ser Escritor": http://www.doutorsilverio.blogspot.com.br

Blog "Uma boa idéia: Uma grande viagem": http://www.doutorsilverio51.blogspot.com.br



Site: http://www.doutorsilverio.com


terça-feira, 20 de novembro de 2007

Objetivos de uma pesquisa científica



Por: Silvério da Costa Oliveira.

São quatro os objetivos de uma pesquisa dentro de uma abordagem científica, a saber:
1-  A descrição
2-  A explicação
3- A predição
4- O controle

Dentro de uma abordagem científica, toda pesquisa possui quatro objetivos por demais importantes e que justamente vem a caracterizar esta pesquisa como sendo de cunho científico.
Vamos começar falando um pouco sobre a descrição dentro da pesquisa científica. Quando realizamos uma pesquisa, colhemos diversos dados por meio dos instrumentos utilizados (leituras, questionários, entrevistas, observação, experimentos, etc.), por meio de tais informações podemos montar uma imagem nítida do fenômeno que estamos estudando. Em ciência, procuramos sempre no decorrer de nossa pesquisa descrever com precisão o fenômeno que estamos estudando.
A par com a descrição minuciosa do que foi feito na pesquisa e do que estamos pesquisando, cabe também a presença de um outro objetivo: a explicação. Por meio da explicação procuramos fornecer uma visão do fenômeno estudado dentro de uma relação causal com outros fenômenos. Trata-se aqui da lei da causa e efeito. Diante de um problema, apresentamos soluções provisórias ao mesmo que são chamadas de hipóteses, cabe a pesquisa demonstrar se tais hipóteses são verdadeiras ou não. Quando aceitamos as hipóteses propostas para solucionar o problema, estamos diante de uma explicação plausível e baseada em comprovação por meio de pesquisa científica.
Se nosso problema, que descrevemos exemplarmente no transcorrer da pesquisa, foi corretamente explicado por meio de hipóteses comprovadas em campo, então, cabe a predição. Pela predição podemos antever o que irá ocorrer em situações semelhantes às estudadas. Se o uso de determinada droga aumenta a agressividade, sendo esta a conclusão de um estudo com determinados grupos que formavam uma amostra da população mais ampla, então, diante de outras pessoas nas quais seja administrada a mesma droga devemos esperar que haja, também, aumento de agressividade, este é o componente de predição presente a toda pesquisa bem elaborada.
Por fim, temos o controle, pelo qual procuramos identificar corretamente todas as variáveis presentes no experimento para termos certeza de que nosso problema realmente encontra sua solução nas hipóteses apresentadas, pois, variáveis outras podem estar presentes e causar confusão nos resultados da pesquisa. O pesquisador pode estar interessado em saber se o uso de determinado medicamento deixa as pessoas mais calmas, no entanto, sem que este saiba podem ocorrer variáveis estranhas que interfiram nos resultados, como, por exemplo, as pessoas do experimento participarem de um grupo de meditação e esta participação influenciar no experimento fazendo com que elas fiquem mais calmas, independente do uso do medicamento. Pode também ocorrer de as mesmas presenciarem uma cena de enorme violência, como, por exemplo, um assalto ou uma briga e esta percepção do ocorrido interferir no experimento fazendo com que as mesmas fiquem mais agitadas e eufóricas. Quando exercemos corretamente o controle, evitamos que variáveis estranhas interfiram nos resultados de nossa pesquisa.

PERGUNTA: O que você pensa sobre descrição, explicação, predição e controle em pesquisa científica?

Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira.
(Respeite os Direitos Autorais – Respeite a autoria do texto – Todo autor tem o direito de ter seu nome citado junto aos textos de sua autoria)

Um comentário:

Herminio disse...

Foi bom ter visitado este site. parabens dr.