Ser Escritor

Blog Ser Escritor - Este blog tem por objetivo divulgar as obras literárias do Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira, proporcionar debate sobre as mesmas, abordar os temas tratados pelo autor em seus livros e apresentar dicas e informações para quem está querendo ser escritor. Ao final de cada postagem, clique nos marcadores para ter acesso a outras sobre o mesmo tema. Deixe seus comentarios aos posts, é simples, não é difícil. Você é bem vindo!

Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Silvério da Costa Oliveira é Doutor (PhD) e Mestre em Psicologia; Psicólogo, Bacharel em Psicologia, Bacharel em Filosofia, possui a Licenciatura Plena em Psicologia e a Licenciatura Plena em Filosofia, possui a Licenciatura pelo MEC em História e Sociologia, autor de vários livros e artigos, conferencista. Sua formação está estruturada sobre três pilares: a Filosofia, a História e a Psicologia.

sábado, 10 de novembro de 2007

Casamento aberto - Reportagem do Jornal da Estácio

Citação de meu nome em reportagem publicada no Jornal da Estácio.

Jornal da Estácio – outubro de 2006
Ano III Nº 26

RELACIONAMENTO ABERTO
Texto de MARCELUS AMORIM (formado pela Estácio ) e GEIZA PORTO (8º período).
Nada de polêmicas
O professor e psicólogo Silvério da Costa Oliveira, autor de diversos artigos sobre sexualidade, frisa que o melhor a ser feito, quando o casal opta por um relacionamento aberto, é o comum acordo entre marido e mulher.
– O casamento aberto não é motivo para polêmica político-partidária. O assunto só diz respeito ao casal envolvido. Tal relação é muito mais do que uma mera troca de casais, pois as pessoas a escolhem por diversos motivos, dentre os quais visando ampliar sua esfera sexual e aumentar o tesão no relacionamento. Tudo, é claro, depende das fantasias de cada um e de que forma podem ou não ser realizadas – diz.
Para Silvério, mesmo previamente discutida, uma relação aberta pode apresentar problemas.
– É claro que podem surgir situações não esperadas de ciúme pelo fato de a pessoa não estar emocionalmente pronta para tal relação. Uma coisa é a fantasia, outra, bem diferente, é a realização da mesma. Muitos de nós ainda não estamos preparados para realizá-las – alerta Silvério. E deixa claro que, mesmo em uma relação aberta, a quebra de qualquer acordo preestabelecido poderá ser encarada como traição.

Prof. Dr. Silvério da Costa Oliveira.
(Respeite os Direitos Autorais – Respeite a autoria do texto – Todo autor tem o direito de ter seu nome citado junto aos textos de sua autoria)

Marcadores:

1 Comentários:

Blogger Marcinha Girola disse...

Acrescentaria a idéia de repensar o conceito de casamento, refletir e assumir as próprias inseguranças, para mais tarde não cair no trágico ciúme. Além dos acordos, dos diálogos, é preciso ter em mente que um relacionamento não implica em possessão de sentimentos ou de seres humanos, assim como nem todas as pessoas sentem as mesmas vontades no mesmo momento.

sábado, 10 de novembro de 2007 22:13:00 BRST  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial